Mãezices

Estou escrevendo isto aqui por que estou um poço de dúvidas e quero compartilhar com outras mães (ou não) que sejam minhas amigas, colegas, conhecidas… quero saber a opinião de mulheres (e homens também, porque não?) inteligentes, bacanas, sensíveis…

Tô meio atrapalhada com esse negócio difícil que é criar uma pessoinha…

Quando fiz 30 anos (e olha que vai tempo!) eu comecei a ficar louca pra ser mãe. Meu relógio biológico era um Big Ben ensandecido, e eu passei a atazanar todo mês o meu novo parceiro amoroso (novo na época, parceiro e amoroso até hoje). Acontece que meu parceiro, que já era pai de dois guris, cada um filho de uma mãe diferente, havia feito vasectomia e não estava lá muito interessado em ser pai novamente. Mas eu atazanava o coitado. E, como tudo o que eu quero eu consigo, mesmo que leve 10 anos – mas eu consigo, meu amoroso parceiro procurou seu urologista (o mesmo que havia feito a vasectomia, há 18 anos) e marcou a reversão. Deu certo. Hoje, depois de 18 anos de casados, temos uma linda filha de 7 anos e meio.

Tudo na minha vida começou tarde, então não havia porque ser mãe rolar diferente. Pari aos 40. Tenho a idade regulando mais ou menos com a idade das avós das amigas da minha filha. Mas acho isso ótemo, juro!

Bom, vamos às minhas dúvidas.

Houve um assalto em minha casa quando minha filha tinha 3 anos, e desde então ela ficou com medo de dormir sozinha no quarto dela. Por muito tempo eu também fiquei com medo dela dormir sozinha no quarto dela. E então a deixei dormir no meu quarto, aconchegada entre o pai dela e eu. Depois, eu a punha para dormir no quarto dela e no meio da noite ela vinha e se aconchegava entre nós. Toda noite.

Agora, nas férias, eu deixava ela adormecer na nossa cama, pois era mais confortável para mim, porque é MUITO CHATO ficar ao lado da pequena até ela dormir, ainda mais nas férias, que os horários estão malucos e podem ser bem mais elásticos.

Mas, agora, ela com seus 7 anos e meio, volta às aulas… acho que ela deveria voltar a dormir na sua caminha… Acontece que ela não quer. E o que é pior: eu acho que EU TAMBÉM NÃO QUERO! Estamos acostumadas a dormir abraçadinhas, eu e minha filhota. Nosso amorzão também fica um pouco com a gente, mas como ele gosta de dormir na rede, ficamos muito eu e ela; mesmo que ela não vá para a nossa cama, meu namorido cearense da gema curte dormir na rede, e ficaríamos, assim, cada macaco solitário em um galho… (Já estou aqui tentando justificar…)

Mas estou um poço de dúvidas porque me dizem que é ERRADO isto que eu faço, permitir que ela durma no quarto dos pais.

Queria saber mais sobre isso. Ao mesmo tempo, é tão bom estar errada, e ter minha pequena pertinho de mim a noite toda, protegida, aninhada…

Vale lembrar que quando ela era bebê a gente dormia muito juntas, ela dormia agarradinha no meu peito, mamando. Éramos como macaca-mãe e macaca-filha. (Amamentei até os 2 anos e meio, muito mais do que a grande maioria das mães brasileiras.)

Alguém me ajuda a desenrolar esta dúvida desta mãe que vos fala, esta aqui, euzinha, uma velha marinheira de primeira viagem, chameguenta e confusa?

Anúncios