sem título

impressionante o quanto eu deixo saporra desse blog às moscas. principalmente agora, que estamos vivendo uma verdadeira revolução no foicebook, onde brigamos a paus e pedras com inimigos virtuais vorazes e furiosos. é golpe, não é golpe. é estupro, não é estupro. é a língua portuguesa, não é, é algo meio similar, acho que… enfim.

acaba que eu abandono mesmo o tranquilo lago do meu blog divagarim e me jogo no meio do torvelinho de memes e frases feitas e repetições e links e fotos do temer assim, do temer assado, da mulher dele, do filho dele. as gravações! áudios e mais áudios, vídeos, links do youtube, mais frases feitas, citações, brigas, bate-bocas!

já vi todo modelo de marmota. já vi desenhista de estúdio gringo famoso ser despedido por que defendeu o político mais meleca do mundo – o que deixa a coisa toda bem picante e divertida – pelo menos. já vi o suplicy sendo fofo de várias formas diferentes. já vi o prefeito gato de são paulo passar um trote mega massa troll-tranquilão no cabra da rádia, aquele bem babaca (e essa foi a marmota das mais fodas, eu achei!). já vi (na verdade não vi, porque eu seleciono onde coloco a ponta dos meus dedos, caralho, e tem cliques que eu absolutamente não faço, e isso é inegociável) filme auto-encriminante de estupro coletivo! como diz uma amiga: “tu crê?”.

já vi de um tudo nessa interneta do capeta, meu filho. e vou te dizer uma coisa. blog já foi. é coisa do passado. blog é pra amadores, crianças, perdedores (brinks, eu adoro blog, mas a festa tá na janela ao lado, bebê, você vai ter que se convencer disso). e digo mais: na verdade blog é pra jornalista sério, ou pior, intelectuais! é pra gente que tem muita coisa pra dizer, é outro papo. o fato, meu amor, é que O MOMENTO NÃO TÁ PRA BLOG! o mar não tá pra peixe. essa porra toda tá fervendo, tá todo mundo doido, cada um em sua bolha de seus feeds no face, o samba tá sambando é NO FACEBOOK, é lá que a porra tá rolando, lá e nos tweets da galera cool, mas muito mais lá no feed do facebook, selecionado a bel prazer dos algoritmos do zukcinha –  aquele doce de rapaz.

pra tu ter uma ideia eu já larguei e voltei desse facebook umas 3 vezes. saio e digo NUNCA MAIS EU VOLTO e dá uns 2 dias e lá tô eu, clicando no globinho azul. agora, aqui, no blog, eu passo meses longe, daí variadas vezes volto e penso assim: vou postar mais, fazer tipo um diário, exercitar a escrita, etc etc etc. TUDO BABOSEIRA. faço um postinho merda tipo mea culpa e largo de novo, às moscas, o pobre do blog, perdido no lamaçal de uns e zeros da webosfera ensandecida… pode apostar, é exatamente o que vou fazer assim que clicar em publicar, aqui. já já.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s