Um livro no escuro


O livro seguinte foi a retomada de uma leitura largada no caminho. “Homem no Escuro”, do meu mui amado Paul Auster.

Comecei a ler em julho de 2010, na viagem pela Europa. Não “casou” bem. Não era hora nem lugar. Travava demais, empacava numas páginas e não conseguia sair do canto. Amo a narrativa desse autor, o jeitão dele, mas não comprei a história do mundo paralelo, então ficou difícil. Tanto que coloquei o livro no freezer por quase 6 meses, pegando de vez em quando, olhando pra ele com um jeito escusado, enviezado, envergonhado, e recolocando-o na prateleira.

Daí que há poucos dias me deu um troço e eu o agarrei e não soltei até desvendar a dor americana deste homem que já me causou tanto assombro e me descortinou tantas fumaças. Recomecei a leitura a partir do capítulo anterior ao que parei e fui seguindo, tomada de surpresas pelo desenrolar, enrolar, desenrolar…

A tristeza, os espantos, as referências cinematográficas riquíssimas, as viagens filosóficas, o brio masculino, a sensibilidade, o medo, a questão da família, as culpas, a solidão e a beleza oculta das noites insones… Tudo isso me atrai neste livro, mas o primcipal é a elegância dos diálogos, convivendo placidamente na quase secura dos parágrafos. O cara sabe o que faz, não adianta.

Indico, como sempre indicarei, Paul Auster (ele que não me decepcione, o baitola).

Anúncios

3 pensamentos sobre “Um livro no escuro

  1. bem bom, o livro nào sei, mas o seu jeito de falar.
    gosto dele apesar de nào ler nada dele faz tempo… ainda sinto o gosto do “palácio da lua” perto na lembrança.

    Curtir

  2. Pois li de um fôlego só. Tomei ums susto com a beleza o livro, Clarisse. Susto bom. Mas meu juízo é bem curtim ao ponto de ter deixado pra trás uma porção de detalhes. Só voltando a ele 🙂

    Curtir

    • Oi Maísa, que delícia vc aqui no meu Divagarim! Adorei! Mas é isso, né, muié… Cada livro tem sua hora e seu lugar… E o meu juízo tb é bem curtim, mas tudo bem, porque a gente vai pegando só o que interessa, o que ele (o juizo) pode colher na hora, né? Uma coisa de cada vez, hahaha! Beijos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s